(21)99125-6012

Nosso mundo

Jardim Sulacap
O Jardim Sulacap é um pequeno bairro-jardim, predominantemente residencial. Quintais e espaços verdes públicos com hortas, pomares, praças e jardins são elementos simbólicos que aparecem na paisagem, além das Áreas de Proteção Ambiental e o Parque da Pedra Branca. E esses espaços ajudam a preservar a ruralidade como manifestação cultural combinada com as manifestações urbanas. O bairro é (re)conhecido por se tranquilo, calmo, verde, digno, bonito e organizado.

Breve história


A região onde o bairro está inserido fazia parte da Freguesia de Irajá, local que abrigou uma fazenda. De 1700 até os anos de 1940, já transformado em vários sítios, o lugar era conhecido como Fazenda dos Afonsos, zona rural do sertão carioca com a agricultura como economia local.
Por sua beleza singular, nos anos 30, o conservacionista Magalhães Corrêa disse que o lugar Fazenda dos Afonsos deveria virar um Parque Nacional.
O bairro nasceu em 25 de janeiro de 1945. O projeto urbano da SulAmérica buscou unir elementos da vida do campo e elementos socioculturais da vida urbana (serviço de comércio, saúde, educação, ruas asfaltadas). Nos anos 40-50, a cidade avançava e o lugar com características rurais aos poucos foi se transformando em um bairro residencial modelo bairro-jardim. Ele foi oficialmente reconhecido em 23 de julho de 1981.


Hoje, o Jardim Sulacap faz parte da Região Administrativa de Realengo. A definição do bairro é bem precisa. Os dados a seguir se refere aos limites oficiais do Jardim Sulacap (Decreto n° 3.158, 23/7/1981), que possui 7,86 Km² de área total, mas só 1,92 Km² de área urbanizada e 4,10 Km² de Área de Conservação Ambiental.
O bairro está sendo estimulado a crescer. É, portanto, um dos bairros prioritários que deveria receber recursos orçamentários e investimentos do governo.

Clima
O clima do Jardim Sulacap é tropical atlântico, tendo ao seu redor as serras do Engenho Velho e Valqueire, com os Morros Caixa D'Água (318 metros), Valqueire (311 m), Cachambi (268 m) e Pedreira (259 m). 
A média de chuvas anuais dos últimos 30 anos é de 645 mm por ano. Novembro a março são os meses que mais chovem. Os ventos norte fracos e secos são predominantes. O predomínio é de brisas leves de janeiro a julho. A maior parte do ano tem o céu parcialmente nublado.

Radiação solar
A radiação solar do bairro pode ser bem aproveitada. Os telhados do bairro têm, segundo estudo de mapeamento, potencial "muito bom" para fornecer energia solar (Mapa Solar do Rio de Janeiro).

Fonte: Prefeitura. Mapa Solar do Rio de Janeiro.

Uso do solo e equipamentos urbanos
Com o mapa de usos de solos, é possível verificar onde estão concentradas as residências, os comércios, os serviços, as áreas de lazer, educação e de saúde, bem como as áreas de exploração mineral.
Mapa de uso do solo (Fonte: Prefeitura/Inst. Pereira Passos).
Espaços livres e áreas verdes ao redor 
Cercado por um cinturão verde, como os pomares dos quintais, as APAS Morro do Cachambi, Valqueire e o Parque da Pedra Branca, o Jardim Sulacap beneficia os moradores com clima mais agradável, abrigo de passáros e estímulo à prática sustentáveis. Clique aqui


Praças
Possui várias praças ao alcance de uma caminhada, clique aqui.

Os espaços com hortas, pomares e agrofloresta são elementos simbólicos de um bairro-jardim e ajudam a preservar a ruralidade como manifestação cultural antiga no bairro.

Número de domicílios, tipos e média de moradores
O bairro é majoritariamente ocupado por casas. Em 2010, o bairro abrigava 4.388 domicílios, sendo 2.253 casas, 228 casa de vila ou em condomínio e 1.906 apartamentos. A média era 2,97 moradores por domicílio (IBGE, 2010).

Comércio e serviços 
Há estabelecimentos com padrões diversos, desde as pequenas lojas do centro do bairro ao Shopping, de dentistas, de mecânicos e outros. Os serviços de saúde incluem um posto de saúde, centro de reabilitação para pessoas com necessidades especiais e um lar de idosos.

Principais eixos e centralidades

  • Avenida Alberico Diniz, que surge como nova centralidade;
  • Estrada Japoré;
  • Avenida Marechal Fontenelle: ganhou a nova centralidade, com shopping, estação de ônibus BRT e rodoviária próxima;
  • Rua Fernando Sampaio: centro do bairro, como lojas, apartamentos e predomínio de casas;
  • Estrada do Catonho;
  • Rua Pacífico Pereira;e 
  • Corredor expresso Transolímpica.
Fonte: Prefeitura.

O Jardim Sulacap possui várias ruas de trânsito apenas local, que conservam sua essência bucólica. Ele tem uma ciclovia implantada na Av. Alberico Diniz, precisando de revitalização e de alguns quilômetros de ciclovia para conectar Valqueire e Realengo. 

Ciclovias. Fonte: Prefeitura.
Centro e a nova centralidade
O centro do bairro fica na Praça Mário Saraiva e uma nova centralidade vem se formando na Av. alberico Diniz e Marechal Fontenelle.
Legislação bairro a bairro.
O antigo centro do bairro combina, em um mesmo lugar, lojas, áreas de lazer, áreas verdes, educação, residências, igrejas, equipamentos de ginástica e o galpão comunitário (biblioteca, espaço para apresentações culturais), atendendo funções urbanas principais: morar, se locomover, produzir, trocar e se entreter/divertir.
Tudo isso facilita o vai-e-vem das pessoas, tornando a ação de caminhar útil e agradável.


Jardim Sulacap por eles

Ir a campo pode significar entrar no mundo de significados dos moradores, buscando sentir o que eles sentem em relação ao bairro.
Porém, vamos ficar com a visão de quem não mora no bairro. Assim, evitamos opiniões que podem valorizar demais o lugar, por amor. 
Afinal, o que as pessoas de fora pensam e dizem a respeito do Jardim Sulacap?
Aqui mostramos registros feitos por quem não mora no bairro. Saber e sentir o que o bairro é aos olhos dos outros (de outra cultura, costumes, tradições) é uma perspectiva inédita e estimulante. 
Capturadores e degustadores de belas imagens se surpreendem e surpreendem os outros com a imagem do lugar. Na Internet, eles dizem:



“Gostei Muito do Bairro! Um Bairro Residencial, Arborizado, As casas parecem ter um bom padrão! Isso é Bom!/ Notei que em Algumas Fotos, parecem ter algumas montanhas. É algum parque ecológico, alguma coisa do tipo?” (Pedro Gonçalves, São Gonçalo).

“Sulacap tem montanhas mesmo, mas não há favelões, é tudo verde mesmo...rs” (Emanuel Paiva, RJ).




“Parece ser bem organizadinho, simples, decente e tranquilo, um bairro bem digno” (Enzo, Boston, USA).

“O bairro parece ser bem agradável, arborizado, tranquilo. Não conheço sulacap, mas sempre ouvi falarem bem do bairro e que ele é cheio de militares e por isso muito tranquilo” (Adalberto, Niterói).



“Nunca tinha ouvido falar e gostei do que vi, em muito aspectos tá melhor que muitos bairros, ditos nobres, daqui de Salvador. Parece ser um local bem tranquilo e a rede de serviços disponível não fica a desejar, como você bem pontuou é um bairro digno”. (Jguima).

“gostei desse bairro, é tranquilo? tipo, não tem muita violencia...” (Bruno, Caçapava, SP).


“Nunca fui em Sulacap, mas já tinha ouvido a fama de lugar tranqüilo e verdejante. Ótimas fotos.” (Fernando, Niterói).



“parece um lugar calmo/ eu achei agradável/ um capinho bom rsrsrsrsrsrs” (Montese, São Luís).


“O bairro parece ser tranquilo, bem agradável.” (Gsouza).

Que bela surpresa! O Rio sempre me surprpreendendo! Que belo bairro residencial! Parece ser bem tranqüilo! Não se parece nenhum pouco com o que estamos acostumados a ouvir falar e a ver sobre o subúrbio carioca!” (Visionário).



“o bairro é bem tranquilo mesmo” (Belcity, Belém).


Aos olhos dos outros, portanto, o Jardim Sulacap é:
Tranquilo, agradável, calmo, digno, organizado e arborizado são alguns adjetivos ditos por quem são de fora.

Esse é o nosso mundo, que precisamos valorizar, proteger e defender.
Valorize o seu bairro, enquanto é tempo. Valorize as pessoas ao redor, as paisagens e ambientes do nosso mundo e assim você estará se valorizando. Dê valor ambiental, social, econômico-financeiro ao bairro Jardim Sulacap. Como fazer isso? Clique aqui e veja como.

Fontes

http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?p=109500974

http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?p=14054554

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO/ Inst. Pereira Passos. Mapa de uso do solo. http://www.rio.rj.gov.br/dlstatic/10112/6165511/4162113/peu_deodoro.pdf

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO/SMU/Coord. Geral de Planejamento Urbano. PEU Urbano. http://pcrj.maps.arcgis.com/apps/webappviewer/index.html?id=5529d644feff4d92a30bd38565f6c460

PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO. Mapa Digital das Rotas Cicloviárias do Rio de Janeiro. https://pcrj.maps.arcgis.com/home/index.html
https://sidra.ibge.gov.br/Tabela/3451


0 comentários:

Postar um comentário