(21)99125-6012

08 outubro, 2015

Checagem do Time

Checagem do nosso time

Checar faz parte. Sabemos que o nosso comportamento pode ser medido. Se falamos que temos compromisso com a sustentabilidade, estamos sujeitos a verificação e contestação.
Podemos pensar a checagem como se fosse um animal – o nosso gambá:
mundo ao redor do gambá é parte de um movimento que tem como objetivo tornar o mundo mais sustentável. Não estamos sozinho. Há mais pessoas agindo como nós.
Checagem da conduta do grupo como animal.
Os olhos representam a visão realista e positiva que ajuda a fornecer um foco real para o nosso grupo, além de ajudar a comunicar o que estamos fazendo, por qual motivo e ainda inspirar as pessoas a se envolverem.
Encaramos a vida como cheio de possibilidades e soluções. Além de evitar as pessoas negativas, fazemos análise da realidade para conhecer a fundo o problema a ser enfrentado e o ouvir dizer e o ouvir falar não tem vez.
Imaginamos o Jardim Sulacap mais limpo, verde, saudável, bonito, resiliente frente a chuvas, seguro, pacífico (o perfil local calmo e tranquilo respeitado e sem relações autoritárias), inteligente, sensível, prático, divertido, alegre, produzindo alimentos orgânicos e com a economia local servindo a muitos.
A cauda representa a reflexão,celebração das conquistas e da diferença que estamos fazendo no bairro. O Time JSBS reflete sobre como está se saindo e faz sempre pausas para celebrar as conquistas que está fazendo no bairro. É um time feliz.

As quatro patas representam os alicerces sem as quais o nosso grupo não vai a lugar nenhum:
1) Grupo saudável. Somos pessoas comum, parte da comunidade sulacapense que não espera por intervenção divina ou anjos caindo do céu para fazer as mudanças positivas no bairro. Não é o sobrenatural que faz o que fazemos.


2) Envolvimento comunitário. O Jardim Sulacap está no coração dos sulacapenses da JSBS e a atitude de amor ao lugar, de cuidado e solidariedade, se manifesta na prática do dia-a-dia e nos afazeres das coisas, não só em discurso.
As festas, os estudos, informações, a linguagem clara e objetiva para que as pessoas compreendam o que é sustentabilidade, as necessidades e os objetivos comuns são algumas ações para o envolvimento comunitário.

A horta não é só área de plantio de alimentos. É também onde podemos trocar algumas palavras com os vizinhos. É um ponto de encontro onde podemos fazer novas amizades, combinar ações coletivas, refletir e comemorar conquistas e a diferença que fazemos hoje no mundo a partir do bairro.

3) Colaboração e parceria. Para nós, sustentabilidade é colaboração e facilitamos o entendimento do que é sustentabilidade. Assim como a omissão, as palavras imprecisas são barreiras. Ao escolher não enrolar, escolhemos termos que exprimem exatamente o que quer dizer. Construímos pontes, muros não!

Apoiadores da Festa Junina 2019.
Chamamos pessoas, grupos, escolas e empresas, fazemos eventos e participamos de reuniões para tornar o bairro mais sustentável. 
Todos os que têm o fôlego da vida estão no centro de tudo o que fazemos. Manjericão, mostarda, coentro, entre outras plantas, as abelhas adoram, por exemplo. E, assim, mantemos boas parcerias, cuidando delas em vez de subjugá-las.
4) Projetos práticos. Horta, pomar comunitário, floresta de alimentos, colheita solidária, compostagem, festas comunitárias, troca e venda de produtos orgânicos locais são algumas respostas locais para desafios globais. Falar sobre não é pôr a sustentabilidade em ação.

Para onde estamos indo agora?
Tornar o Jardim Sulacap mais sustentável é o nosso foco. Começamos com projetos pequenos que atendem as necessidades da comunidade como resposta local para grandes desafios globais, e que dão às pessoas confiança, uma sensação de que a mudança é possível.
Em 2016, a partir de um terreno degradado na Praça Quincas Borba, enxergamos a possibilidade de tornar o bairro mais limpo, verde, bonito, seguro, divertido, alegre, inspirador, produtivo e mais sustentável. Hoje, estamos colhendo bons frutos.
O movimento para a sustentabilidade é ambicioso. 
O Time JSBS é vacinado contra “Síndrome do Hardy” que ocorre nas pessoas pessimistas. Não somos da turma do Hardy, personagem de um antigo desenho que tinha como bordão “Oh céus! Oh vida! Oh azar! Isso não vai dar certo!”. 
Hardy, desenho inspirado em pessoas pessimistas. Contrariando a sua natureza, a hiena vive em lamúrias.
Somos capazes de fazer coisas incríveis. O que fazemos, o que criamos, é limitado só pela nossa criatividade e pelo ponto até onde nós nos permitimos acreditar que é possível agir na direção dos nossos sonhos, interesses, objetivos e metas.
Assim, mantemos a nossa inspiração elevada ficando de olho nos exemplos de grupos que estão fazendo a diferença. Estamos mudando o mundo a partir de onde vivemos.

0 comentários:

Postar um comentário