(21)99125-6012

26 abril, 2016

A importância da História do Jardim Sulacap


Uma das coisas mais saudáveis que podemos fazer é proteger a nossa história e nossas memórias. Um dos caminhos para fazer isso é resgatando e divulgado a nossa História Local.
Quando as vozes das testemunhas se dispersam, se apagam, nós ficamos sem guia para percorrer a nossa história mais recente. Fica a história oficial em vez da envolvente trama a nossa frente.

Não é qualquer história para qualquer lugar e comunidade, nem para seguir qualquer direção. É a história do Jardim Sulacap!

É para ajudar a conhecer quem somos, planejar tendo o passado comoo referência, despertar o sentimento de comunidade, sentir que podemos sempre melhorar onde vivemos, sentir que podemos influenciar o contexto a nossa volta, também sentimos que é a coisa certa a fazer.

Metodologia
Quando começamos em 2013, não havia um trabalho de tanto fôlego. O passado agora está devidamente organizado. Nos esforçamos para conhecê-lo. Fugimos das suposições e fantasias que tentam alterar a leitura da realidade. Fomos em busca dos vestígios que pudessem nos colocar em contato com as experiências que já se consumaram ao longo do tempo. 

Para resgatar e sustentar as versões sobre a realidade do bairro ou da região do Jardim Sulacap, foram capturadas memórias de pessoas que viveram ou visitaram a região em diferentes épocas, como a Inês de Paredes e Maria Graham.

Utilizamos fontes históricas confiáveis, como diários, processos inquisitoriais, entrevistas, fotografias, mapas, recortes de jornais e fontes disponíveis na própria comunidade. Todas as referências estão citadas na página de apresentação.  

A história local pode servir de base de reivindicações. É possível mostrar um valioso trabalho coletivo que ocorreu (ainda ocorre) buscando ter as suas necessidades básicas e fundamentais atendidas (como os serviços urbanos e os serviços ambientais). Não é de hoje o movimento em defesa dos ecossistemas. Também é possivel mostrar a demora do governo municipal em atender as solicitações dos moradores. Contar histórias é uma forma da JSBS contribuir para reforçar a nossa resiliência. 

0 comentários:

Postar um comentário